segunda-feira, 16 de março de 2009

Um dia especial pro Santos

neymar-santosmogi O Santos derrotou ontem o Mogi Mirim por 3x0, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista. O jogo foi marcado pela presença do eterno ídolo Giovanni atuando pelo Sapão, e pela estreia de Neymar, 17 anos, como titular na equipe principal do Peixe.

Deu tudo certo. O treinador Vágner Mancini, do Santos, trocou o esquema com três zagueiros por um 4-4-2 com dois armadores (Lúcio Flávio e Paulo Henrique), deixando Neymar e Roni na frente. O time foi ousado, rápido e criou muitas chances, diferente do bando em campo das partidas anteriores.

Pra coroar a boa exibição, Neymar fez seu primeiro gol com a camisa santista. E comemorou com um soco no ar, ao melhor estilo de Sua Majestade. Em entrevista após à partida, o garoto disse que tinha atendido um pedido do pai.

Outro que atuou muito bem foi Paulo Henrique. O meia, indicado para o Santos por Giovanni, provou mais uma vez ter talento e oportunismo no lance do primeiro gol. Tomara que seja mantido como titular na equipe.

Destaco também as boas atuações do lateral Luizinho, com fôlego invejável, e do atacante Roni, que se não é tecnicamente brilhante, corre o tempo todo e não desiste das jogadas. A zaga, com Fabão e Fabiano Eller, foi bem, mas o ataque do Mogi foi quase nulo ao longo da partida.

Destaque negativo pra Lúcio Flávio, que dormiu em campo durante boa parte da partida, sendo omisso. E para Bolaños, que teve a manha de entrar faltando pouco mais de cinco minutos pro fim e levar cartão amarelo. Logo esse cara entra pra lista de piores contratações da história do Peixe…

Com o resultado, o Santos agora ocupa a quarta colocação na tabela do Paulistão, com 27 pontos em 14 jogos, empatado com a Portuguesa, mas levando vantagem no saldo de gols (7 contra 5). Na próxima rodada, o Santos tem o clássico contra o Corinthians, já promovido pela imprensa como o confronto entre Neymar e Ronaldo. Tomara que isso resulte em um grande público e um grande jogo no Pacaembu.

Foto: Ag. Estado/rep. Globoesporte.com

Um comentário:

Damnati disse...

Ele será maior que o Pelé.... e tenho dito !