sexta-feira, 13 de março de 2009

Santos lamentável só empata em casa com o Paulista

O Santos fez um dos primeiros tempos mais lamentáveis que eu vi em muito tempo, hoje contra o Paulista, na Vila Belmiro. Jogando num 3-6-1, errando passes a rodo, com a zaga pedindo o tempo todo pra entregar, o ataque sem funcionar… e ainda deu azar porque o gol do Paulista foi um golpe de sorte, numa bola desviada que matou o pobre Fábio Costa.

Na segunda etapa, com a entrada de Germano e Neymar, o time melhorou, mas ainda tinha momentos em que parecia um enorme bando em campo. Kléber Pereira fez muita falta. Por mais que se esforce, Roni não é um camisa 9.

O gol de empate saiu aos 40 do segundo tempo, num cruzamento certeiro do Pará (milagre!) na cabeça de quem? Roni. A zaga do Paulista, formada por dois caras na casa de 1,90, deu espaço pro baixinho de 1,71 cabecear para as redes.

No fim das contas, um empate amargo. Agora é encarar domingo o Mogi Mirim, no Pacaembu.

2 comentários:

Damnati disse...

Acabou a sensação de novidade com o Vágner Mancini, o cara é retranqueiro até não poder mais, é aquela coisa do cara que não está preparado ainda para dirigir time grande.

Lamentável !

Expedito Paz disse...

No Vitória, o Mancini escalava umas formações bem ofensivas, com dois meias abertos e um centroavante fixo. Talvez, com a volta do Kléber Pereira, ele teste a formação mais pra frente. O que não dá mais é pra encarar três zagueiros, com Fabão e Domingos jogando juntos!